Projetos em Captação

Lei do ISS Rio de Janeiro

© 2016 - Site criado por Capuzzo Produções

O projeto cultural Confraria do Garoto - Guardiã da História Carioca consiste na edição de um livro de arte e cultura popular sobre a história do Rio de Janeiro através do olhar do grupo Confraria do Garoto, que há mais de quarenta anos conta a história da cidade de uma forma inteligente, alegre e divertida.

 

O livro, escrito pelo jornalista e memorialista Nelson Couto, terá ainda a participação de três dos maiores ícones da cultura carioca: Ruy Castro, escritor e jornalista, que assinará o prefácio; Ricardo Cravo Albin, pesquisador e escritor da MPB, que fará a introdução da obra; e Haroldo Costa, ator, produtor e diretor, que ficará responsável pelo preâmbulo do livro.

 

O livro contará com raríssimas imagens do Rio de Janeiro e será um importante documento revelando para as novas gerações a história da cidade. São tantos acontecimentos interessantes e inusitados, que o livro, na verdade, retrata como se formou o verdadeiro espírito da cidade maravilhosa.

LIVRO DE ARTE E CULTURA POPULAR “CONFRARIA DO GAROTO – GUARDIÃ DA HISTÓRIA CARIOCA”

O Festival Rio Top Pop consiste na realização de um Festival voltado para a dança moderna, street dance, hip-hop e outras danças de linguagem contemporânea.

 

Sua programação gratuita é formada por três atividades principais: shows de dança, coreografia e improvisação; workshops com dançarinos renomados; e seminários de discussão com personalidades de grande influência no meio da dança.

 

Os grupos participantes são formados por jovens entre 14 e 21 anos, oriundos das mais diversas cidades de nosso estado, sobretudo das periferias. Todas as atividades do projeto terão censura livre e entrada franca, de modo a promover a inclusão e participação de crianças e jovens alunos das redes públicas de ensino e de comunidades.

 

O produto de todas as horas de gravações será a edição de um DVD contendo os melhores momentos do Festival, que será disponibilizado gratuitamente para os patrocinadores, grupos participantes e escolas da rede pública de ensino.

FESTIVAL RIO TOP POP – MÚSICA, DANÇA E ALEGRIA

O projeto DVD/Show Todo menino é um rei – Tributo a Roberto Ribeiro consiste na realização de um show do cantor, compositor e instrumentista Alex Ribeiro, que será transformado em um DVD em homenagem ao seu pai, grande intérprete e compositor da música popular brasileira.

 

Para participar do DVD, que será gravado em sistema digital, utilizando a mais avançada tecnologia do setor, serão convidados grandes intérpretes do nosso samba, como Zeca Pagodinho, Monarco, Arlindo Cruz e outros.

 

O DVD terá a direção de Rafael Capuzzo, que, dentre outros trabalhos, gravou shows de Gilberto Gil, Moraes Moreira, João Bosco, Ed Motta e muitos outros.

 

O objetivo do projeto é valorizar e resgatar a memória de Roberto Ribeiro – um dos maiores ícones de nosso samba e, para isso, nada melhor do que uma homenagem prestada por seu filho, herdeiro musical e artístico.

 

DVD - SHOW - TODO MENINO É UM REI – TRIBUTO A ROBERTO RIBEIRO

O projeto Memória da Comida de Botequim no Rio de Janeiro consiste na realização de uma ampla pesquisa histórica e cultural, que servirá de base para a edição de um livro de arte, história e cultura popular. O livro pretende apresentar ao grande público a arte, a originalidade, as transformações e as impermanências encontradas nas comidas consumidas nos botequins da cidade do Rio de Janeiro, no século XX, através da pesquisa e da observação dos cardápios oferecidos e dos hábitos alimentares de seus freqüentadores.

 

O livro será escrito por Fernando Dumas, historiador graduado pela Universidade Federal Fluminense, com mestrado em História pela Universidade Estadual de Campinas e doutorado em História pela mesma instituição. Será impresso em papel couché mate 140g, a 4 cores, no formato 23 X 30cm, com aproximadamente 200 páginas e fino acabamento.

 

O objetivo do projeto é traçar um panorama histórico, econômico e social do surgimento e crescimento dos botequins – legítimos guardiões da alma carioca, que ainda não contam com uma bibliografia histórica condizente com a sua importância como patrimônio cultural do povo carioca e brasileiro.

LIVRO DE ARTE E CULTURA POPULAR - MEMÓRIA DA COMIDA DE BOTEQUIM NO RIO DE JANEIRO

O projeto A História do Golfe, a Cidade do Rio de Janeiro e as Olimpíadas de 2016 consiste na edição de um livro bilíngue de arte, história e fotografia sobre o Golfe, seu desenvolvimento no Brasil e na cidade do Rio e sua inédita inclusão como esporte olímpico. O livro terá a coordenação editorial do jornalista e profissional de Golfe Antônio Lins e será impresso em papel couché mate 140g, a 4 cores, no formato 23 X 30cm, com aproximadamente 250 páginas e fino acabamento.

 

Hoje, para um país que conta com uma grande população de jovens, o golfe pode se tornar uma excelente ferramenta de participação comunitária e inclusão social. Um exemplo disso é o nascimento, em 2005, de um novo capítulo na história do esporte, com a inauguração da Associação Golfe Público de Japeri, primeiro campo público do Brasil.

 

O objetivo do projeto é popularizar a prática do golfe no Rio de Janeiro, apresentando a sua história, desmistificando o seu caráter elitista e mostrando como a cidade do Rio se prepara para sediar os Jogos, além de enfocar, também, os diversos projetos sociais de sucesso que vêm sendo realizados cidade afora, dando uma oportunidade de um futuro melhor para jovens no Rio de Janeiro.

O Projeto O Porto, a Pequena África e o Espírito da Cidade do Rio de Janeiro consiste na edição de um livro de arte, história e cultura sobre a importância desta histórica região para a formação do espírito da cidade do Rio de Janeiro.

O livro terá a coordenação editorial do professor Fernando Dumas, historiador com mestrado e doutorado em História pela Universidade Estadual de Campinas, e o prefácio será escrito por Haroldo Costa, escritor, pesquisador e uma das maiores autoridades em cultura afro-brasileira em nosso país. Será impresso em papel couché mate 140g, a 4 cores, no formato 23 X 30 cm, com proximadamente 230 páginas e tiragem de 3 mil exemplares.

O livro irá analisar historicamente o papel do Porto do Rio de Janeiro, com ênfase em fatos históricos marcantes como a chegada de Estácio de Sá, o tráfico negreiro no Cais do Valongo, a dramática vinda da família real portuguesa e o pujante comércio local.

Berço da própria cultura carioca, é necessário e oportuno valorizar e divulgar o Porto do Rio de Janeiro e a região da Pequena África, composta pelos bairros de Santo Cristo, Saúde e Gamboa, região carregada de simbolismo e de suma

importância histórica e cultural para o Brasil.

LIVRO DE ARTE, HISTÓRIA E CULTURA - O PORTO, A PEQUENA ÁFRICA E O ESPÍRITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO

O projeto Movimento Cultural Pequena África consiste na realização de um evento composto de quatro ações integradas, que têm o objetivo de apresentar para o público de nosso estado a riqueza, a importância e a diversidade da cultura afro-brasileira. As ações serão: Espetáculos musicais, Oficinas Culturais, Seminário e produção de DVD-documentário.

 

O Projeto será realizado na Zona Portuária do Rio de Janeiro, berço da própria cultura carioca, e pretende contribuir para o congraçamento da população da cidade com esta região, possibilitando, ainda, a interação entre os principais atores da cena cultural local - intelectuais, estudantes, formadores de opinião e gestores envolvidos no importante projeto de resgate e modernização hoje ali em curso.

 

Todas as atividades do projeto terão censura livre e entrada franca, de modo a promover a inclusão e participação de crianças e jovens alunos das redes públicas de ensino. É necessário e oportuno valorizar e divulgar a Pequena África, região carregada de simbolismo e de suma importância histórica e cultural para o Brasil, mas, que, infelizmente, é desconhecida até pelos próprios cariocas, devido ao abandono e a negligência com que foi tratada nestes últimos 100 anos.

O Festival de Música Instrumental Latino-americana é uma iniciativa criada para a reflexão e difusão da música e das culturas dos países da América Latina, através da arte, do diálogo e da troca de experiências. O Festival será realizado no Museu da República, lugar central da cidade, próximo a estações de metrô e ônibus e de diversas escolas da rede pública de ensino.

 

O evento é composto de três ações integradas: Espetáculos Musicais, Oficinas Culturais e produção de DVD-documentário.

Para participar do Festival, serão convidadas oito bandas internacionais (Argentina, Uruguai, Chile, Bolívia, Colômbia, Peru, Venezuela e Cuba) e quatro bandas nacionais.

 

Todas as atividades do Festival terão censura livre e entrada franca, de modo a promover a inclusão e participação de pessoas de todas as faixas etárias e classes sociais, sobretudo crianças e jovens alunos das redes públicas de ensino.

 

O objetivo do Festival é unir pessoas e idéias, divulgando a pluralidade e a riqueza das culturas de nosso continente e também a grande importância da união entre nossos povos irmãos.

LIVRO DE ARTE, HISTÓRIA E FOTOGRAFIA - A HISTÓRIA DO GOLFE, A CIDADE DO RIO DE JANEIRO E AS OLIMPÍADAS DE 2016

FESTIVAL DE MÚSICA INSTRUMENTAL LATINO-AMERICANA

MOVIMENTO CULTURAL PEQUENA ÁFRICA

FESTIVAL DE MÚSICA INSTRUMENTAL CONTEMPORÂNEA

O Festival de Música Instrumental Contemporânea consiste na apresentação de shows musicais e oficinas culturais dos principais, mas, também, dos novos nomes de nossa talentosa, porém pouco divulgada música instrumental, admirada e valorizada em todo o mundo.

 

O Festival será realizado nos jardins do Museu da República (ao ar livre) ou no Espaço Tom Jobim (espaço fechado) e terá entrada franca para todos os eventos.

 

Serão doze artistas participantes no total, sendo três apresentações por dia (quinta a domingo). As oficinas culturais serão realizadas nos mesmos dias dos shows, sempre na parte da tarde.

 

O Festival será todo gravado em vídeo digital (para veiculação em TVs educativas e culturais), incluindo imagens das oficinas culturais e entrevistas com músicos e espectadores.

 

Os DVDs serão disponibilizados para o patrocinador e também para os artistas participantes como forma de incentivo às suas carreiras e divulgação de seus trabalhos.